Alimentação saudável é aliada na recuperação da covid-19

Fraqueza, falta de apetite e perda de peso são algumas das complicações relatadas por pacientes que se recuperaram da covid-19. Por isto, alimentar-se de forma adequada e saudável faz a diferença, já que os alimentos fornecem recursos que atuam na resistência do organismo ao coronavírus.

A adequação da alimentação é baseada de acordo com perfil corporal e sintomas que o paciente apresenta, inclusive a quantidade ideal de água para cada pessoa é prescrita pelo profissional de nutrição, muito importante nesta etapa. Nutricionistas alertam ainda que é imprescindível que o paciente seja submetido a uma série de vitaminas que devem ser o mais natural possível e em quantidades específicas.

Entre as principais vitaminas que devem ser consumidas no pós-covid-19, estão as vitaminas A, C, D, zinco, selênio, magnésio e iodo, além da adequação do consumo de ferro.

A sardinha, o salmão, o arenque, o atum, as sementes de chia, as nozes e linhaça, e demais alimentos ricos em Ômega-3 ajudam a fortalecer o sistema imunológico. Já a castanha do Pará, o trigo, o arroz, a gema de ovo, as sementes de girassol, o frango, o pão de forma, o queijo, o repolho e a farinha de trigo são ricos em selênio.

Alimentos como as ostras, camarão, carne de vaca, frango, peru e peixe, fígado, gérmen de trigo, grãos integrais e frutos secos (castanha, amendoim e castanha do Pará) são ideias para o fornecimento do zinco no organismo. 

A laranja, a tangerina, o abacaxi, o limão, o morango, o melão, o mamão, a manga, o kiwi, brócolis, o tomate, a melancia e a batata com casca, são essenciais para o fornecimento de vitamina C. As sementes de girassol, a avelã, o amendoim, as amêndoas, a pistache, a manga, o azeite de oliva, o molho de tomate, o azeite de girassol, as nozes e o mamão, são ricos em vitamina E. 

Já alimentos como cenoura, batata doce, manga, espinafre, melão, acelga, pimentão vermelho, brócolis, alface e ovo são ricos em vitamina A. O iogurte natural e o leite fermentado são ótimos para manter a saúde intestinal, além de fortalecer a imunidade de forma natural.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.